Questões de Concurso

Com a mudança de foco do site, foi alterador o serviço de hospedagem. Na migração dos posts de questão, pode ter acontecido algum problema, o principal que identifiquei foi a ordem das questões, que não estão mais seguindo a ordem das provas.

Tentarei aos poucos ir ajeitando isso. Mas todas as questões estão disponíveis, nenhuma foi deletada.

53. (CESGRANRIO – PETROBRAS – ADMINISTRADOR/2011)

Uma empresa apresenta as seguintes informações relevantes:

P: Preço de venda médio por unidade, igual a R$ 4,50; V: Custo variável por unidade, igual a R$ 2,50; F: Custos operacionais fixos, no valor de R$ 30.000,00.

Considerando-se os dados apresentados, o ponto de equilíbrio, em unidades, é de

(A) 6.000 (B) 9.000 (C) 15.000 (D) 16.000 (E) 18.000

COMENTÁRIO

Ponto de equilíbrio. Para quem estuda para administrador, principalmente na CESGRANRIO, é um assunto que nunca pode passar batido.

Vamos só passar um pouco sobre os tipos de ponto de equilíbrio e o que eles representam, depois a gente resolve a questão.

O ponto de equilíbrio pode ser entendido como a representação do número de unidades que deverão ser produzidas e vendidas, de tal maneira que os custos sejam iguais às receitas do período, determinando o ponto de “lucro zero”. Pode ser calculado também em unidades monetárias.

Ponto de Equilíbrio Contábil (PEC): Custos e despesas fixos/Margem de Contribuição Unitária (Se a questão não der despesas fixas, usa-se somente os cutos fixos, o que é mais normal nas questões. Mas se derem custos e despesas fixas, some os dois)

O ponto de equilíbrio contábil é o número de produtos que a empresa deve produzir para não ter lucro nem prejuízo. A cada unidade produzida a mais que o PEC significa um acréscimo no lucro no valor da margem de contribuição.

Ponto de Equilíbrio Econômico (PEE): Custos e despesas fixos + Lucro/Margem de Contribuição Unitária (Na questão também pode vir o custo de oportunidade ou custo de capital, que é, nada mais nada menos que o lucro que a empresa tem que ter para não prejuízo relativo ao outro investimento)

O ponto de equilíbrio econômico é o número de produtos que a empresa deve produzir para chegar ao lucro desejado.

Ponto de Equilíbrio Financeiro (PEF): Custos e despesas fixos – Depreciação*/Margem de Contribuição Unitária

O ponto de equilíbrio financeiro não leva em consideração despesas que não geram desembolso, pois essas, de fato, não geram uma perca de dinheiro físico dentro da empresa, é somente um desembolso contábil. (*Depreciação é um exemplo, e o mais clássico, de custo ou despesa fixa que não gera desembolso, a questão poderia falar outros). O importante no PEF é saber quais despesas não geram desembolso, o que é fácil de identificar, geralmente.

Quando a questão não indicar qual ponto de equilíbrio quer, SEMPRE calcule o PEC. Se ela indicar, logicamente, calcule o que a questão indicar.

Essa questão não indicava, então calcule o Ponto de Equilíbrio Contábil. Lembrando também que, como a questão não deu as despesas fixas, considera-se zero elas, calcula-se somente com os custos fixos.

Primeiro calculamos a Margem de Contribuição.

MC = PVu – CVu → MC = 4,50 – 2,50 → MC = 2,00

Agora o PEC

PEC: Custos e despesas fixas/Margem de Contribuição Unitária PEC = 30.000,00/2,00PEC = 15.000

RESPOSTA LETRA C

#QuestõesComentadas #CESGRANRIO #Concurseiros #AdministraçãoCometada #NívelSuperior #Concursos #Administração

Posts recentes

Ver tudo