Buscar
  • Bruno Cavalcante

36. (CESGRANRIO – PETROBRAS– ADMINISTRADOR/2012)

Um analista de RH, de uma empresa de eletrodomésticos que atua com uma estratégia de liderança em custos, monitorou, ao longo dos últimos meses, os dados relacionados ao desempenho no que tange aos custos envolvidos nas ações de treinamento e desenvolvimento (T&D), a redução do custo gerado por falhas humanas e o impacto no nível de qualidade dos produtos, gerando o gráfico a seguir.

(A) I (B) II (C) III (D) IV (E) V

COMENTÁRIO

O que teríamos que saber nessa questão eram simplesmente as estratégias competitivas de Michael Porter.

Pegando de outros posts, já que esse assunto é bem simples e facilmente esgotado:

As estratégias genéricas são:


– Diferenciação: O investimento da empresa passa mais para passar uma imagem, uma ideia de que seu produto é melhor, é diferenciado. Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento, pós-venda, pesquisa de mercado e na qualidade dos produtos são bastante pesados, para passar esse conceito de ser o melhor produto para o consumidor.

– Liderança em custo: Aqui a preocupação da empresa é ter o produto mais barato do mercado. Não se preocupa tanto com serviços agregados, como o pós-venda e concentra seus esforços na eficiência produtiva. Empresas que adotam essa estratégia costumam ter uma produção bastante alta, pois assim conseguem diminuir seus custos de produção unitários, gerando preços altamente atrativos.

Essas duas estratégias as empresas buscam abranger todo o mercado. Ser a líder em custo para todo o mercado ou ser o produto com maior diferenciação do mercado. A diferença dessas duas para o “Foco” é simplesmente a abrangência. Podemos ter o:

– Foco na diferenciação: A empresa adota todas as estratégias da diferenciação, porém atua somente em um nicho, um segmento de mercado específico.

– Foco nos custos: A empresa adota todas as estratégias da liderança em custo, porém atua somente em um nicho, um segmento de mercado específico

Tendo isso, teríamos que achar o ponto em que o custo total é o menor possível, pois essa é a visão da liderança em custos. Onde o custo é o menor é no nível III de desempenho.

RESPOSTA LETRA C

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O desenvolvimento de carreiras de funcionários deixou de ser exclusiva responsabilidade das empresas, já que os próprios trabalhadores assumem parte desta responsabilidade. A essência de um programa d

A teoria dos dois fatores de Herzberg apresenta duas abordagens para a motivação: a dos fatores motivacionais, que se baseia em necessidades subjetivas de caráter intrínseco, e a dos fatores higiênico

A disciplina progressiva é a forma mais utilizada de procedimento disciplinar, aplicado pelo gerente, que dá ao colaborador a oportunidade para corrigir seu comportamento. As infrações podem ser catal