Questões de Concurso

Com a mudança de foco do site, foi alterador o serviço de hospedagem. Na migração dos posts de questão, pode ter acontecido algum problema, o principal que identifiquei foi a ordem das questões, que não estão mais seguindo a ordem das provas.

Tentarei aos poucos ir ajeitando isso. Mas todas as questões estão disponíveis, nenhuma foi deletada.

28. (CESGRANRIO – PETROBRAS – ADMINISTRADOR/2011)

Nos anos 50, do séc. XX, Frederick Herzberg entrevistou centenas de trabalhadores e desenvolveu a teoria de motivação denominada Teoria dos Dois Fatores, na qual os fatores higiênicos estão associados a

(A) dedicação, esforço e recompensa. (B) centralização, criatividade e inovação. (C) conservação, participação e engajamento. (D) autorrealização, saúde e qualidade de vida. (E) inserção social, segurança e reconhecimento.



COMENTÁRIO:

Essa foi aquela famosa questão de pegadinha mesmo. Se você estudou muito se confundiu nessa questão. Infelizmente tem dessas coisas em concursos públicos, mas vamos sanar as dúvidas.

O que a teoria de Hezberg diz?

Herzberg desenvolveu um estudo para tentar entender os fatores que causariam insatisfação e aqueles que seriam os responsáveis pela satisfação no ambiente de trabalho. O resultado destes estudos foi pela primeira vez publicado em 1959, sob o título “a motivação para trabalhar – The Motivation to Work”.

Nessa teoria, Hezberg diz que existem dois fatores: os Higiênicos e os Motivacionais.

Os fatores higiênicos, ou fatores extrínsecos, estão ligados ao contexto em que é realizado o trabalho. As políticas da organização, condições de trabalho, segurança, status são fatores extrínsecos.

Os fatores motivacionais, ou fatores intrínsecos, estão ligados ao conteúdo do trabalho e às recompensas pelo desempenho profissional. Realização, crescimento pessoal, carreira, o trabalho em si são fatores intrínsecos.

Pois bem, onde estava a polêmica?

Vou analisar item a item para deixar tudo o mais claro possível. A questão queria fatores higiênicos, ou seja, fatores extrínsecos:

No item A, o primeiro já deixa falso. Dedicação é um fator intrínseco, bem como esforço.

No item B, criatividade e inovação também são intrínsecos.

No item C, a conservação está meio deslocada no assunto, mas se fala no sentido de segurança tudo bem. A participação também pode ser considerado um fator extrínseco, porém engajamento é intrínseco. Você se engajar, é você se doar, fazer de tudo para que algo dê certo e isso é intrínseco.

No item D, autorrealização já mata o item. O próprio nome “auto” já condena que é intrínseco.

Pois vamos ao item “E” e com ele a polêmica. Começamos com inserção social, perfeito! É extrínseco. Segurança já é bastante comentado nos livros, então sem dúvidas. É extrínseco. O reconhecimento foi toda a polêmica. Em vários livros o reconhecimento vem como um fator motivacional, ou seja, intrínsecos. Porém acompanha o raciocínio. Se eu tenho uma revendedora de carros e digo que você ganhará apenas 50 centavos a mais por cada carro que você vender acima da meta. Vender carros dá um trabalho, mostrar todas as opções, convencer o cliente, além de ser um produto que não se vende todo dia e toda hora. Eu pergunto: Eu, como empresa, lhe dei reconhecimento, ou seja, reconheci seu esforço? SIM! Pelo fato de eu lhe dar uma bonificação por carros vendidos acima da meta eu estou reconhecendo seu esforço. Nesse caso é um fator extrínseco, ou seja, higiênico. AGORA, CUIDADO! Outra pergunta é: Você se sentiu reconhecido pelo seu esforço? Aí no caso a resposta pode ser sim ou não, depende de cada pessoa, pois SENTIR-SE RECONHECIDO é um fator intrínseco, mas o RECONHECIMENTO que a empresa lha dá é extrínseco.

Espero que todos tenham entendido. Realmente a questão foi mal redigida, mas infelizmente, a vida de concurseiro é assim. Foram feitos, pelo que apurei em fóruns, diversos recursos para essa questão, porém ela não foi anulada, portanto:

RESPOSTA LETRA E

#QuestõesComentadas #CESGRANRIO #Concurseiros #AdministraçãoCometada #NívelSuperior #Concursos #Administração

Posts recentes

Ver tudo