Buscar
  • Bruno Cavalcante

23. (CESGRANRIO– PETROBRAS– ADMINISTRADOR/2012)

Uma empresa que atua no segmento industrial pesado tem apresentado resultados negativos nos últimos três anos, e seus acionistas exigiram a contratação de um consultor para identificar novas estratégias de atuação e conseguir a recuperação da empresa nos próximos dois anos. O consultor adotou um modelo para a identificação de novas estratégias utilizando a análise do ambiente externo quanto às forças que influenciam a competitividade de um segmento. Constituem-se, no modelo adotado pelo consultor, forças que influenciam a competitividade: (A) Capacidade Produtiva, Força de Trabalho e Governança Corporativa (B) Capacidade Produtiva, Força de Trabalho e Governo (C) Tecnologia, Capacidade Produtiva e Governo (D) Clientes, Fornecedores, Novos Entrantes e Produtos Substitutos (E) Força de Trabalho, Sistema de Transporte, Clientes e Tecnologia

COMENTÁRIO

Essa questão, apesar de falar da parte macroambiental da análise SWOT, ela era muito tranquila, bastava um pouco de atenção.

Olhando para as opções, vamos analisá-las com calma. O que a questão queria era a que tivesse apenas fatores ambientais, ou seja, nenhum fator interno será considerado como resposta.

(A) Capacidade Produtiva, Força de Trabalho e Governança Corporativa – Os três são fatores internos, que depende somente da empresa para mudar.

(B) Capacidade Produtiva, Força de Trabalho e Governo – Apesar de governo ser externos, os outros dois são inerentes à empresa.

(C) Tecnologia, Capacidade Produtiva e Governo – A que deixa essa opção errada é a capacidade produtiva, que é ligada à empresa e ela, internamente, controla esse fator.

(D) Clientes, Fornecedores, Novos Entrantes e Produtos Substitutos – Essa é a resposta, todos esses fatores são externos e a empresa não influência diretamente neles.

(E) Força de Trabalho, Sistema de Transporte, Clientes e Tecnologia – O que deixa essa opção errada é a Força de trabalho.

RESPOSTA LETRA D

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O desenvolvimento de carreiras de funcionários deixou de ser exclusiva responsabilidade das empresas, já que os próprios trabalhadores assumem parte desta responsabilidade. A essência de um programa d

A teoria dos dois fatores de Herzberg apresenta duas abordagens para a motivação: a dos fatores motivacionais, que se baseia em necessidades subjetivas de caráter intrínseco, e a dos fatores higiênico

A disciplina progressiva é a forma mais utilizada de procedimento disciplinar, aplicado pelo gerente, que dá ao colaborador a oportunidade para corrigir seu comportamento. As infrações podem ser catal